quinta-feira, 14 de abril de 2016

Feira do Livro no ISCSP - Edição de Aniversário.

0 comments
Está patente ao público em geral e até ao dia 15 no ISCSP Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, a 8.ª Edição da Feira do Livro edição comemorativa do aniversário dos 110 anos da fundação do ISCSP, sendo o horário de funcionamento é das 15h às 20h. no átrio principal do instituto. A feira tem uma vasta oferta de livros formativos das diversas áreas cientificas, muitos dos títulos tem como autores renomados professores do Instituto, a preço reduzidos.


Read more...

quarta-feira, 13 de abril de 2016

2.º Teste de Sociologia Geral - II - O Fim da História

0 comments
2.º Teste de Avaliação Contínua de Sociologia Geral - II
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 2011.
Para o 1.º Ano dos cursos AP – Administração Pública, SOC – Sociologia e de SS – Serviço Social. (Licenciatura - Regime Pós-Laboral)
Duração: 1h00’

Nome: ________________________

Curso: Serviço Social – Pós Laboral (2010/11)


1 – Distinga setor primário e secundário da informação. Exemplifique.

O setor primário, dedica-se à criação, processamento e distribuição da informação, bem como as entidades que produzem bens destinados apenas à informação.
O setor secundário, endende-se como o que se dedica à criação, processamento e distribuição de informação no âmbito de processos produtivos com outro fim que não apenas a informação.

2 – Distinga “Fim da História” de fim do mundo.

Por “Fim da História” entende-se a teoria filosófica do culminar dos processos evolutivos, que se encontram no pensamento de Platão, na dialética de Hegel, no materialismo histórico de Karl Marx, no positivismo de Auguste Comte e mais recentemente no pensamento de Francis Fukuyima, que entenderam que num dado patamar histórico da civilização, ter-se ia chagado a um nível que não mais se produziriam revoluções sociais e mudanças históricas.
Por fim do mundo, temos a teoria física da extinsão da vida na Terra, causada pela morte do Sol como estrela embora, o fim do mundo é também um conceito presente nas filosofias de cariz religioso, e que determinam o fim de uma era e o inicio de um Porvir Eterno.

3 – Indique o que carateriza o “Fim da História” para Hegel e Fukuyama e em que circunstâncias históricas julgam os autores que esse momento ocorreu.

Hegel: - Modelo e Momento

Pela Dialética de Hegel, que nos mostra que da “tese” de uma ideia ou evolução, nasce a sua “antítese” ou o seu contrário, e no choque destes dois movimentos históricos de avanço e recuos surge a “Síntese”, ou a resposta definitiva a um momento histórico.
Assim de avanços e recuos que se sobrepõem uns aos outros, surge o momento histórico fo fim da História pela Síntese final. Hegel entendeu que a Revolução Francesa teria sido esse momento.

Fukuyama: - Modelo e Momento

Fukuyama, entende que da dialética hegeliana ou do materialismo marxista, nada ocorreu enquanto fim da história, mas antes pela democracia representativa e pelo liberalismo de uma economia de mercado, acompanhados por um complexo sistema de valores, ter-se ia chegado a um patamar civilizacional irreversível.

Para Fukuyama, esse momento teve o seu culminar com a Queda do Muro de Berlim, em 1989 e o fim do Regime Soviético, que marcam a hegemonia do sistema liberal ou capitalista.
Read more...

1.º Teste de Sociologia Geral - II - As Três Vagas

0 comments
1.º Teste de Avaliação Contínua de Sociologia Geral - II
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 2011.
Para o 1.º Ano dos cursos AP – Administração Pública, SOC – Sociologia e de SS – Serviço Social. (Licenciatura - Regime Pós-Laboral)
Duração: 1h00’

Nome: ________________________

Curso: Serviço Social – Pós Laboral (2010/11)
  
1 – Identifique, segundo Alvin Toffler, as épocas históricas associadas a cada uma das suas vagas de mudança.

1.ª Vaga: Sociedade Agrícola
2.ª Vaga: Sociedade Industrial
3.ª Vaga: Sociedade da Informação

 2 – Indique qual o tipo de família, de acordo com cada uma das vagas de mudança, segundo Alvin Toffler?

1.ª Vaga: de família alargada ou extensa ;
2.ª Vaga: de família Nuclear (pais e filhos);
3.ª Vaga: de família tipo alternativo / diversificado.

3 – Explique o que entende por organização “Ad-hocrática”.

Trata-se de um conceito de administração, típico da III Vaga, sendo uma organização baseada em poucos níveis hierárquicos e que é caracterizada por formas muito diversificadas de estruturas, com a capacidade de alterar-se rapidamente para se adaptar aos novos contextos.
É entendido também como uma estrutura administrativa feita para um determinado fim, que uma vez concluído desaparece.

4 – Diferencie os conceitos de “Mass Média” e “Self Media” quanto à influencia do consumidor no sistema produtivo.

A - No “Mass Média”, ou veículo informativo das massas, no qual o consumidor final não determina o que é produzido em termos de informação, consumindo a informação cuja orientação é vertical e baseada nos interesses de quem domina os meios de comunicação de massas.

B - Quanto ao “Self Media”, é a produção da informação ou até dos canais de informação de modo independente, por vezes pelo próprio consumidor, é tido como uma informação alternativa aos veículos de Mass Média. Neste conceito o consumidor influencia o mercado no que deve ser produzido em temos de informação e vias de comunicação alternativa, sendo próprio da III Vaga tal como diz Alvin Tofler.
Read more...

terça-feira, 12 de abril de 2016

Prova Final de Sociologia Geral - I

0 comments
Exame de Avaliação Final de Sociologia Geral - I
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 22/02/2011 (Época de Recurso).
Para o 1.º Ano do curso de SS – Serviço Social. (Licenciatura - Regime Pós-Laboral)
Duração: 120’ minutos (Sem consulta e sem tolerância)

Responda desenvolvidamente a duas das seguintes questões

1 – Identifique as três fases do pensamento de Auguste Comte identificando os principais elementos teóricos que as caracterizam. Depois, reflita sobre a dependência que entre elas existe.

2 – Sociologia Geral e Ciências Sociais. Exponha as classificações de Augusto Comte e Émile Durkheim. Apresente uma classificação alternativa, com exemplos para cada caso.

3 – Reflita sobre a relevância e o lugar do conceito de Facto Social na sociologia de Émile Durkheim. Depois, caracterize-o, exemplificando.
Read more...

2.ª Prova de Sociologia Geral I

0 comments
2.º Teste de Avaliação Contínua de Sociologia Geral - I
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 2011.
Para o 1.º Ano do curso de SS – Serviço Social. (Licenciatura - Regime Pós-Laboral)
Duração: 1h00’

Nome:___________________________
Curso: Serviço Social – Pós Laboral (2010/11)

1 - Identifique segundo Émile Durkheim, o objeto de estudo da Sociologia Geral.
        
          Para Durkheim o objeto de estudo da sociologia, eram os facto sociais, ou seja   todos os fenómenos que ocorriam e que tivessem as seguintes características:               1.º - devem ser acontecimentos COERCIVOS, que se impõe aos indivíduos;
2.º - São EXTERIORES, ou sejam ocorrem fora do ambito do individuo, mas               influenciam a sua vida.
3.º - São acontecimentos GENERALIZADOS, isto é são validados por toda a               comunidade em que ocorrem os respectivos fenómenos.

2 - Identifique os três estados da lei dos Três Estados de Auguste Comte:
1.º: Teológico;
2.º: Metafísico;
3.º: Positivo.

3 - Identifique as três fases do primeiro estado da Lei dos Três Estados de Auguste Comte:
1.ª: Animismo
2.ª: Politeísmo
3.ª: Monoteísmo

4 - Apresente a Hierarquia das Ciências de Auguste Comte:

Positivismo
Sociologia
Biologia
Quimica
Física
Astronomia
Matemática

5 – Indique os critérios que estão na base da Hierarquia das Ciências de Auguste Comte:

      A hierarquia das Ciências segundo August Comte, vai do mais simples ou geral dos instrumentos como a Matemática, para atingir o mais complexo do conhecimentos dos fenómenos como a Sociologia.
Read more...

1.ª Prova de Sociologia Geral I

0 comments
1.º Teste de Avaliação Contínua de Sociologia Geral - I (SG - I)
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 2011.
Para o 1.º Ano do curso de SS – Serviço Social. (Licenciatura - Regime Pós-Laboral)
Duração: 1h00’

Nome:___________________________
Curso:___________________________


1.º - Identifique o objeto das seguintes perspectivas sociológicas:
a) Microssociológica;
b) Mesossociológica;
c) Macrossociológica.

2.º - Nomeie um paradigma:
a) Microssociológico;
b) Macrossociológico.

3.º - Identifique, segundo Durkheim, o objeto de estudo da Sociologia Geral.

4.º - Classificação alternativa. Complete o quadro lógico:


Sociologias
Particulares
N.º de Pontos de Vista
(Um / Todos)
N.º de Níveis de Realidade
Social (Um / Todos)









Read more...

Prova de Classes, Estratificação e Mobilidade Social

0 comments
Prova de Classes, Estratificação e Mobilidade Social (CEMS)
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 29/06/2011.
Para o 2.º Ano do curso de SOC – Sociologia. (Regime Pós-Laboral)
Duração: 2h00’

Desenvolva as seguintes questões apresentadas:

1.º - Faça uma recensão critica como sobre o modo como o patriarcado enquanto estrutura de práticas sociais tem constituído um modelo histórico de desigualdade de género.

2.º - Caracterize o sistema de ORDENS relacionando-o com o sistema de castas e de classes.

3.º - Enuncie as escalas de estratificação, explicando o motivo pelo qual o funcionalismo considera a escala universal?


4.º - Faça a distinção entre pobreza relativa, absoluta e subjetiva. Explique o que se entende por cultura da pobreza. Dê um exmplo.
Read more...

2.ª Prova de Teoria Geral do Serviço Social - I

0 comments
2.ª Prova de Teoria Geral do Serviço Social - I (TGSS I)
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 15/04/2011.
Para o 1.º ano do curso de SS – Serviço Social. (Regime Pós-Laboral)
Duração: 2h00’ (Podem consultar apenas a Constituição e o Código Civil).

Das quatro questões apresentadas responda apenas a três.
O exame foi planeado para ter a duração de uma hora, pelo que o tempo dedicado a cada resposta não deve exceder os 20 minutos.
Este planeamento foi pensado para permitir a cada aluno ficar com 30 minutos para planear as respostas e para rever o texto, demonstrando o uso correto dos conceitos aprendidos nesta Unidade Curricular.

1.º - Apresente e distinga os dois modelos de prestação de serviços de proximidade estudados, Ilustre com pelo menos, um exemplo de cada um.

2.º - Sendo a colaboração entre serviços (sociais e humanos) de proximidade um processo pouco frequente na intervenção social em Portugal, demorado e que integra desvantagens – podendo ficar aquém das expectativas dos atores sociais que nele se envolvem – como se justifica que a parceria represente o novo paradigma de intervenção social?

3.º - Partindo dos conhecimentos sobre o método aberto de coordenação (MAC) comente a frase:
“O que dá a uma organização uma vantagem competitiva é: o que ela sabe, como usa o que sabe, quão rápido apreende algo novo (Laurence Prusak)


4.º - Selecione uma das cinco perspectivas teóricas no Serviço Social (Funcionalismo, Marxismo, Humanismo, Interacionismo Simbólico e Feminismo) explicando a forma como a mesma se aplica na Intervenção Social, incluindo as vantagens e os limites da sua aplicação.
Read more...

1.ª Prova de Teoria Geral do Serviço Social - I

0 comments
1.ª Prova de Teoria Geral do Serviço Social - I
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 11/11/2010 (Época de Recurso).
Para o 1.º Ano do curso de SS – Serviço Social. (Licenciatura - Regime Pós-Laboral)
Duração: 1h00’

Das cinco questões apresentadas responda apenas a quatro.
O Teste de conhecimentos foi planeado para ter uma duração de 1 hora, pelo que, deve organizar o tempo dedicado a cada resposta, que não deve exceder os 15 minutos. O planeamento do tempo de resposta permite ficar com 30 minutos para rever o texto que escreveu adequando o uso dos conceitos apreendidos na disciplina.

1 – A Obra de Juan Luís Vives (“Do auxílio aos Pobres”, 1506) representa uma tentativa pioneira para organizar a assistência aos pobres. Justifique esta afirmação destacando os aspectos em que o pioneirismo é mais evidente.

2 – Qual foi o contributo de William Booth para o Serviço Social ao fundar a Missão Cristã (em 1864), obra que veio a transformar-se no Exército de Salvação (em 1878)?

3 – O objetivo central de Samuel Barnett ao instituir os Social Settlements (com a Toynbee Hall, em 1884) consistia em mobilizar a vontade de mudança e estimular o emprenho em fazer algo por si. Em que aspectos é que o seu contributo permitia concretizar este objetivo?

4 – A C.O.S. de Londres é um exemplo paradigmático de uma isntituião de relação. Analise a importância de uma “instituição de relação” no Serviço Social.

5 – Faça uma análise critica da experiência  da C.O.S. de Londres destacando as vantagens e as desvantagens da sua atuação (a partir de 1869).


Bom Trabalho!
Read more...

Prova de Princípios Gerais do Direito

0 comments
Prova de Princípios Gerais do Direito (PGD)
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 12/01/2011.
Para o 1.º ano dos cursos de, AP – Administração Pública, RI – Relações Internacionais e SS – Serviço Social. (Regime Pós-Laboral)
Duração: 2h00’ - (Podem consultar apenas a Constituição e o Código Civil).

Desenvolva as seguintes questões:

1.º - Como se explica que o Direito da Família varie tanto de época para época, de civilização para civilização e até de país para país?

2.º - O não exercício de um Direito será um ato lícito?

3.º - Qual é o valor da Equidade em Portugal?

4.º - Como se distingue o Direito Penal do Direito de mera Ordenação Social?

5.º - Comente a seguinte afirmação: “As instituições da União Europeia (U.E) podem nivelar com eficácia – isto é sem depender da boa vontade dos Estados membros – as condições económicas e sociais diferentes existentes nos diversos Estados membros.”

6.º - Porque é que o Estado não pode atuar segundo o “princípio da liberdade”?


7.º - Como se supre a incapacidade dos menores?
Read more...

Prova de Ciência Política

0 comments
Prova de Introdução à Ciência Política (CP)
ISCSP – Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da antiga Universidade Técnica de Lisboa (UTL) em 17/12/2010.
Para o 1.º ano dos cursos de, AP – Administração Pública, RI – Relações Internacionais e SS – Serviço Social. (Regime Pós-Laboral)
Duração: 1h30'

Responda aos seguintes temas apresentados:

1.º - Defina o que é uma REGIÃO AUTÓNOMA e diga quais são as características que a distinguem de um ESTADO FEDERADO. (5 valores)

2.º - As ASSOCIAÇÕES DE ESTADO. Indique e explique as suas variantes, exemplificando cada tipo. (5 valores)

3.º - Explicite a diferença entre NAÇÃO, POVO e POPULAÇÃO de um Estado. Dê exemplos. (2.5 valores)

4.º - Desenvolva o seguinte tema. INSTRUMENTOS FORMAIS Das IDEOLOGIAS. Tipos e exemplos. (5 valores)


5.º - Resuma as teorias de PLATÃO e ARISTÓTELES, sobre os Regimes Políticos. (2,5 valores)
Read more...

LinkWhithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...